julho 27, 2016

87

Até agora tá indo tudo bem.
Um pouquinho (3,3kg) menos pesada: 87kg!
Não tenho mais anotado nem pesado as comidas (cuidado moça!). Tou indo meio no feeling. Só que isso nunca deu certo. Todas as vezes em que fiz isso, deu merda. No início dava certo e depois, já era dieta.
Preciso voltar ao FatSecret.
Claro que não quero ficar fazendo isso pro-resto-da-minha-vida. No momento, porém, é necessário.
Durante o dia de hoje comi direitinho. Só de noite que exagerei um tanto (2 pães, 2 mini-micro pizzas de 5cm de diametro, um pedaço de bolo de laranja e salada). Vamos ver os frutos na balança amanhã.



julho 25, 2016

Uma semana

Graças Deus completei uma semana!
Nem creio..que maravilha.

Hoje acordei 100g mais pesada. Mas também né? Ontem de noite foi um tanto ´noite do lixo´.
Não enfiei o pé na jaca não. Calma.
Foram várias beliscadas: biscoito de canela, bolacha Maria, pedacinhos de coisas. Nem sei se passei da cota porque ontem não deu pra pesar e anotar mas devo ter passado um pouco sim.
Não vou me torturar por isso. Apenas seguir em frente.
Enfim, são 2,4kg a menos em 1 semana.
Tá certo que a maior parte disso é inchaço. Que seja.
São 2,4kg a menos na coluna, no joelho..

O que tem pra hoje?
Lavar roupa, dar um grau na casa (coisas espalhadas porque faxina eu não posso), ajeitar as unhas, pilates, lavar cabelo..ou seja, começar bem a semana, me organizando.
Então tá

julho 24, 2016

Go ahead

Ontem foi meio meio corrido plus tava de saco cheio daí não passei por aqui.
A dieta está indo bem.
Teve docinho, bombom Garoto, sorvete de flocos..
E isso é dieta?
É sim, se eu consigo fazer caber nas cotas diárias. (Podia ser mais saudável, concordo, mas é o que dá no momento)
Tanto é que o peso tá baixando: 87,8kg today
Ainda não dá pra sentir diferença na roupa ou no espelho. Uma hora dará.
Seguir em frente é a escolha. Então simbora seguir em frente.

Exercícios praticamente nada no momento.
Essa irradiação na perna tá fodística. Não tem um único dia, nas últimas muitas semanas, em que eu não sinta.
Dor na lombar é de praxe.
E como consequência, músculos encurtados, bandas tensas, pontos gatilho, encurtamento neural...
Enfim, dor de várias fontes.
Fazer o que? Me entregar? Chorar?
Já fiz isso e não resolveu. Portanto, seguir em frente.

julho 22, 2016

Best lunch ever

Não consigo me lembrar de ter comido tão bem quanto hoje.
Entenda-se bem igual a saudável.

  • Tomate
  • Cenoura
  • Alface
  • Pepino
  • Vagem
  • Brocolis
Mais peixe, aipim (pouco) e macarrão (pouco).

Parabéns pra mim.
Confesso que algumas dessas coisas eu ´enfrento´. Como porque faz bem e só.
Bom, saboreando ou não, foi pra dentro. Agora intestino, pancreas e fígado, é com voces!
Absorvam tudinho e façam valer o meu esforço, tá?

Como ninguém é de ferro, matei a vontade de doce-pós-almoço com uma colherada de Nutella...
Tudo devidamente contabilizado no FatSecret porque eu sou uma lady.

Enquanto isso, a dor tá aqui de braços dados com a irradiação do nervo ciático. Deram uma aliviada depois de compressas mornas, Alginac, alongamento e paciência. Graças a Deus por isso.

O que tem pra hoje

Completei o dia ontem com 93% do IDR. Hoje acordei com menos 200g. Que bom né?
Mas meu humor está uma bosta.
Chorei tanto ontem! E chega uma idade onde a pessoa nem pode mais chorar porque depois fica com a cara deformada. Meu caso.
Acordei com cara de filme de terror.

E é isso que está causando tanto mau humor? Não não.
Dor? Conhece? Muita dor!
De ir igual saci velho pro banheiro pra não fazer xixi na cama. Pra ter q sentar no vaso e descansar e depois levantar de novo pra escovar os dentes. E depois não tomar café porque não dava nem pra chegar na cozinha.
Tá bom pra voce?
Uma bosta.
Ontem e hoje tá foda.
Uma irradiação de tirar a paciência de qualquer pessoa.
Hérnia lombar mais síndrome do piriforme. Ninguém merece.
Meu Deus me dê forças pra suportar isso.
Queria tanto ter uma vida normal. Voltar a estudar, trabalhar, dirigir, fazer as coisas que 99% das pessoas fazem e nem percebem, e ainda reclamam...

julho 21, 2016

Cochilo

Após um cochilinho acordei com uma vontade louca de comer massa, de preferência que faça crec crec na boca.
Tive que me segurar pra não fazer bobagens.
A vontade tá aqui ainda.
Só nos mantras mentais evocando os prejuízos de ser gorda, os benefícios de emagrecer...
Não tá fácil nesse momento..

Quarto dia

E não é que consegui completar os três dias?!
Parecia tão distante e agora já ficou pra trás, junto com as 1000g que perdi.
Basicamente inchaço, retenção, edema.
Eu poderia mudar o nome desse blog pra Dona Esponja. Vai reter água assim lá nas Arábias!
Inchaço ou não, é 1 kg a menos na minha coluna e nos meus joelhos.

Bom, tou falando que completei 3 dias, mas há controvérsias.
Se considerar o IDR, sim eu fui bem sucedida (96%)
Se considerar os três pães que eu comi na janta.. shame on me!
Pois é..3 pães! Um com ovo frito e os restantes com manteiga.
Gente do céu! A boca parecia que não ia parar.
Aí, quando eu estava no auge do esforço pra conseguir sair da mesa..meu namorado faz o que? Abre um pote de Nutella....
#pqp
Assim fica difíiiiiicil demais!
Bom, peguei uma colher e provei um pouquinho. Não dava pra ficar na fissura.
Depois disso aquietei-me.

Estou tentando dormir mais cedo. Primeiro dia 1 da manhã, segundo dia meia noite e ontem às 11 e meia. Já acordei bem melhor hoje. Sem sentir que a gravidade da Terra mudou e eu estou sendo sugada pelo chão.

Até agora estou sendo uma lady e me comportando muito bem com a dieta. Realmente o quarto dia é menos difícil.

Já soube de uns eventos, onde sempre tem muita comida engordativa, pro fim de semana.
Minha Nossa Senhora da Proteção da Gula, me ajude.

Ah sim, peso de hoje 89,3kg


julho 20, 2016

Um bom almoço

Parabéns pra mim!

Frango grelhado, grão de bico, aipim (pedacinho), vagem, brocolis, alface, tomate.
Os quatro ultimos itens não costumam muito aparecer no meu prato.
Comi um almoço gostoso, saudável, pouco sódio (192) e não muito calórico (236Kcal).
Mas aí fica aquele gostinho na boca que pede alguma coisa doce.
Ainda tem docinhos do casamento de sábado.. que nada! Comi uma uva e vai ter que servir
O mais difícil vem agora no fim de tarde...mas vamos que vamos! Estou perto de completar o terceiro dia!

Entrando no terceiro dia..

Eu sei que é chato ficar dizendo tudinho que acontece but não tou  nem aí. Pra quem lê é chato mas pra mim é importante. Então vamos lá!

Hoje me pesei e aumentei 100g. Nada para desespero pois ontem fechou o dia com 77% do IDR.
Flutuação normal dos líquidos ou até mesmo o intestino que ainda não está muito legal.

Anteontem fiz fisioterapia, ontem RPG e pilates. Aos poucos voltando a uma vida mais normal.
Hoje tem pilates de novo.
Vou seguindo assim enquanto não dá pra usar a bike.

Aí eu levanto da cama com vontade de superar meu terceiro dia de dieta/RA e o que encontro na mesa?
Bolo de cenoura!
Adoro! Troco facinho por qualquer bolo de chocolate com cobertura e recheio.
Comi né? E só.
Nada de cereais, frutas ou queijos. Paciência. Foi uma escolha.
Que o resto do meu dia seja mais saudável.
Ah sim, o bolo foi devidamente pesado e anotado.

julho 19, 2016

Segundo dia..

Sim! Completei o primeiro dia! Estou viva e 900g menos inchada. Thank God.
Não pense que foi facinho..
Foi chegando a hora da tarde e a preocupação aumentando em relações às tentações..e pra completar tive que passar no supermercado, com fome!, pra comprar umas coisinhas.

Ufa, sobrevivi ao mercado sem comprar nem um Snicker ou Doritos pra chamar de meu.
Poréeeem, ao chegar em casa...o que me esperava?
Pizza!
#pqp
Assim fica muito difícil..
Aí o que eu fiz? Fiquei na vontade, comendo alface e de madrugada ataquei a geladeira Comi a pizza, um pedacinho só, devidamente contabilizado na minha cota do FatSecret que fechou o dia em 84%
Show de bola

Pensamento de hoje diante das tentações: "já completei um dia inteiro ontem, não quero perder isso"

Pensamento de ontem diante das tentações: "ah vai, eu como agora e começo a dieta amanhã, esperei até agora, espero mais um dia...não não!! tenho que suportar"

Bom, entre mortos e feridos, estou aqui. Completando o segundo dia e com fé em Deus amanhã completo o terceiro, depois quarto, quinto, uma semana, uma quinzena, um mes...
Fico visualizando os números descendo na balança. Isso ajuda. Sério mesmo.

Vou agora dar uma focada no sono desregulado  e na água insuficiente.



julho 18, 2016

Primeiro dia?

Como pode-se ver, não dei explicação nenhuma.
Em 10 dias o que aconteceu:
Tentei vencer os 3 primeiros dias mas nunca passava do lanche da tarde!
Então resolvi comer, quase que sem pensar em dieta. Isso me fez relaxar e enfiar o pé na jaca só de leve.
No findi teve casamento com docinhos. E incrível, tinha brigadeiro! Casamento com brigadeiro. Nunca tinha visto. Amei.
Resultado dos últimos tempos: engordei tudo de novo.

Estou arrasada de ter que ficar atrás da maldita gaivota.... Já tinha dado um belo tchau pra ela.
Mas enfim, 83,8kg foi o meu melhor peso em muito muito tempo.
Meu IMC já estava quase saindo de obesidade!!!

Deixa eu olhar pra ele mais um pouco e saborear....


Bom, levantar, sacudir a poeira e seguir em frente.
Será que dessa vez eu consigo andar por aqui de forma mais regular? Let´s see..

Hoje,  pela trocéntesima milionésima vez estou recomeçando uma dieta/RA. Pesando as comidas, anotando no FatSecret, contando a proteína e medindo a água. 
Nesses 10 dias o peso ficou estável. 
Hoje: 90,3kg
Como sempre, uma parte disso aí é retenção de líquido que (se tudo der certo) vai sair nos próximos dias.
Eu sei que consigo. Mas poxa, porque comer é tão bom????
E pra agravar a situação eu estou passando uma temporada na casa de parentes e aqui é lanche todo dia! Bolo com cobertura, pizza, salgados. Só tentação!
Aí complica minha vida.
Um mês já nessa cilada gastronômica.
E a coluna? Já esteve pior.
Passei 2 meses praticamente deitada. Não podia me sentar. Ficar em pé só por no máximo 20 min por causa da dor. Quase operei.
Mas vamos deixar pra depois porque esse assunto é bem longo.
O que importa é que voltei.
Já arrumei um pouco minha mente para os próximos dias.
Agora é início de tarde. Logo mais vou no pilates. E quando voltar pra casa será a prova de fogo...
Vou tentar nem olhar pra cozinha. Será que dá?
Quero muito me pesar amanhã e poder escrever que venci o primeiro dia.

julho 08, 2016

Socorro Socorro!

Péim péim péim!

Alerta máximo ! 90,2kg !!!!!!!!!
Minha Nossa Senhora da Balança Descontrolada!

What the hell happened????

Corticoide + Comida demais + Exercício de menos = Merda


I need help...

Really really needed to come here..

Preciso crer que amanhã será diferente. O começo de um novo fim. Só posso contar comigo. Só preciso contar comigo. Eu já consegui várias vezes, partindo de pesos muito maiores. Vou conseguir de novo. Sei o caminho a seguir. Sei que consigo. Só preciso vencer os três primeiros dias..
Vou conseguir vencer os três proximos dias.
Mas amanhã é sábado! Whatever..não dá mais para suportar a sensação de pele rachando. De corpo pedindo socorro. De estufamento visível. De abdomen dilatando quase que de hora em hora.
Chega chega chega!!! Foda-se todo e qualquer compromisso do fim de semana. Meu bem estar é mil vezes mais importante. Quero sentir de novo (frio na barriga) a sensação de corpo voltando ao normal, secando, roupas cabendo, disposição voltando..........

(explicações amanhã)

maio 21, 2016

25kg!!!!

Passando para registrar 25kg a menos nesse corpo que está quase mudando de obesidade para sobrepeso





abril 22, 2016

Metade do caminho


Voltando das cinzas

O que teve nos últimos 30 dias (não necessariamente nessa ordem);


  • Piora grande na coluna
  • Muitos exames (radiografias, ressonâncias, escanometria ) e consultas 
  • Muita fisioterapia/acupuntura/RPG/kinesiotape etc etc
  • Muito medo de ter algo bem mais sério
  • Muita dor na perna com dificuldade para caminhar
  • Parei de dirigir (não tenho carro automático)
  • Efeito sanfona
  • Muitas horas deitada com compressa morna
  • Muitos remédios porradões
  • Uma viagem de ônibus que só piorou as coisas
  • Vontade de botar o balão mais uma vez
Até que, o diagnóstico:
Sim, ela mesma. Compressão feia em uma das hérnias (o que eu fiz de errado??). Choro choro choro até que se esgotou e bola pra frente.
Foi aí que entraram os remédios porradões. Não gosto de ficar botando essas coisas pra dentro (comida porcaria pode né dona moça?!), porem tive que ceder. Corticoide, opióide e por aí vai.
Aí veio uma melhora grande e o mundo voltou a ser colorido. Não aguentava mais me sentir a 
tia-velha-coroca-reclamona-cheia-de-dor.
E porque essa porcaria piorou se eu sento levanto durmo e faço tudo direito? Pelo menos eu acho que faço. Tá certo que a cama não está legal mas de uma hora pra outra, em poucas semanas, a cama ia fazer um estrago desses? Será?
Será que "só" o excesso de peso que carrego é suficiente para fazer isso?
E se eu não tivesse colocado o balão, e se não estivesse fazendo pilates, RPG e fisioterapia, onde eu estaria agora? Cadeira de rodas??!!!
Bom, tenho muitas perguntas em aberto mas com certeza o peso contribuiu. Talvez não seja o único vilão mas o peso tem um peso grande nesse problema todo.
O bom disso tudo é que consegui segurar a boca, com poucas excessões.

Peso novo: 88,4kg

Faz muito tempo que não peso isso. Nossa Senhora. É quase o peso de quando tirei o balão (87,5kg). 
Estar segurando a gula e ver o peso baixar talvez seja meu grande motivador no momento. E claro que essa novidade na coluna também, obviamente!

E porque nessa fase cinzenta e difícil eu não apareci por aqui? Simples. Basicamente não conseguia ficar sentada tempo suficiente para isso. Fora que detesto usar o smartphone pra navegação. Mas teria sido bom, fez falta.

E o balão? Bom, tenho namorado a idéia de colocar de novo. Sempre digo que uma das melhores decisões que tomei na vida foi colocar esse balão. Foi caro, sofri um bocado mas super valeu a pena pra mim. Como disse antes, como eu estaria hoje se não fosse o bendito balão?
Algumas pessoas colocam pela segunda ou até terceira vez porque engordaram tudo de novo. No meu caso, estou fora das estatísticas. Sim, engordei após o balão, mas nem perto de perder o investimento.
Então um segundo balão agora seria para ajudar a perder o que ficou do primeiro e que ainda não saiu pelo método tradicional.
O que me segura? Principalmente o medo de ficar algumas semanas sem poder fazer pilates direito. Lembro que com o balão qualquer movimento do diafragma nos primeiros dias era muito muito incômodo. Dar risada, espirrar, tossir (morria de medo de pegar uma gripe), até respirar fundo. Era bem difícil fazer qualquer movimento de ficar curvada. Qualquer coisa que apertasse Dona Redonda dava ânsia de vômitos e dor. Nas duas primeiras noites nem consegui deitar, dormi sentada. E durante muitas semanas não consegui dormir virada pro lado esquerdo. Depois acostumei completamente com ele.
Bom, o problema então seriam só os primeiros dias ou semanas. E eu perco músculo numa rapidez incrível, fora que eles encurtam logo e enchem de tender e trigger points. Daí, com a limitação desses incômodos iniciais do balão como vou fazer uma aula descente de pilates?
Minha fisio é fantástica, ela adapta tudo e consegue façanhas na hora de driblar limitações, mas mesmo assim, o principal que são os abdominais, vai ficar muito prejudicado. E perdendo força no abdomen como eu estabilizo essas hérnias que já estão me enchendo o saco?? 
Enfim, a grande dúvida. Balão vai me ajudar a perder peso com rapidez (o que ajuda na hérnias) mas limita os exercícios (o que atrapalha nas hérnias). E agora?

.

março 23, 2016

D6

Saldo do D4


O que teve anteontem?
  1. Não comi nada que veio de uma planta (uva passa conta? ah, os cereais..)
  2. Consegui manter a IDR de calorias
  3. Pilates bem puxado (suei muito)
  4. Passeio no shooping 
  5. Tentação no corredor de ovo de páscoa da Americanas
  6. Piora na dor da coluna
  7. Tonturas (poucas horas de sono?)
  8. Mais água (2,1 litros)
  9. Dormi mais cedo (ainda assim, tarde)

Saldo do D5


O que teve ontem?
  1. Comi repolho, e só
  2. Consegui manter a IDR de calorias
  3. Pilates 
  4. Ida ao dentista 
  5. Meio casadinho e 1 brigadeiro
  6. Ok na água (2 litros)
  7. Dormi mais cedo (ainda assim, tarde)
  8. Não dormi de tarde
  9. Decisões importantes sobre a reforma
  10. Comecei a tomar outro antidepressivo, associado ao anterior
  11. Peso novo: 89,5kg!

Metas pra hoje (mesmas dos ultimos dias):
  1. Aumentar água
  2. Pilates
  3. Manter o IDR
  4. Alguma fruta, verdura, legume etc
  5. Dormir mais cedo
Hoje tou aqui com uma dorzinha no lugar do procedimento que o dentista fez. Chatinho mas já passei por mil coisas piores..
Tou toda sonolenta hoje. Já liguei o radinho pra ajudar um pouco.
Kd a coragem pra enfrentar aquela pia de louça??
Ainda bem que hoje tem pilates. Saio mais animada de lá.
De forma geral meu humor está bem melhor. Posso dizer que ontem eu voltei a ser eu.
Essa sonolência deve ter sido dessa noite cheia de pesadelos.
Enfim, vou cuidar que o tempo passa muito rápido.

P.S. Nem acreditei no quanto eu sequei, na hora em que subi na balança. Muito inchaço acumulado

março 21, 2016

D4

Saldo do D3


O que teve ontem?
  1. Não comi nada que veio de uma planta (fora cereais)
  2. Consegui manter a IDR de calorias
  3. Não teve exercícios
  4. DR
  5. Namorado que não existe
  6. Muito choro
  7. Não saí de casa (terceiro dia seguido)
  8. Formigamento na mão
  9. Dormi 1 h da manhã
  10. Menos água (1,5 litro)

Metas pra hoje:
  1. Aumentar água
  2. Pilates
  3. Manter o IDR
  4. Alguma fruta, verdura, legume etc
  5. Dormir mais cedo
Não foi de todo ruim.
Como eu cochilei de tarde, me senti sem sono, e consequentemente ´fiz mais coisas´.
Ajeitei melhor a casa e mais rápido. Organizei umas papeladas entre outras coisas (que mencionei  no post anterior)
O humor ficou ligeiramente melhor ontem, apesar de manter essa dor de cabeça (uns 4 dias já) e a sempre-presente dor lombar.
Hoje me sinto melhor no humor (não bem) e as esperanças começam a voltar.
Tou sentindo o inchaço melhorar um pouco mais. Isso ajuda muuuuuuito muito mesmo.
Hoje tem pilates e quem sabe depois eu faça uma bike. Vamos ver.
A dieta está ok até agora. Quarto dia e espero que continue indo. Até porque os piores dias são os 3 primeiros.
Que bom que comecei a dieta sexta e não hoje.
Imagine como estariam meu inchaço e peso hoje se tivesse extrapolado mais 3 dias?!
P.S. O formigamento da mão passou..

março 20, 2016

Difícil

(escrito pela manhã)
Eu tenho depressão há muitos e muitos anos. Uso antidepressivo continuamente. Já tive fases bastantes difíceis mesmo e outras mais ou menos.
Hoje tenho um quadro controlado.
Não posso descuidar dos sintomas de quando ela está voltando.
Quando digo que hoje tenho um quadro controlado, é só maneira de dizer.
Há algumas semanas tou caindo caindo caindo caindo...
Sabe quando coisas simples demandam um esforço danado?
Não é preguiça, má vontade não.
Há algumas dias semanas meu humor tem oscilado absurdamente. Da irritação, ao choro fácil, à intolerância, à raiva, à apatia, ao ressentimento, ao descaso, à culpa, ao desamparo...Algumas ilhas isoladas de alegria e empolgação.
Na matemática final os sentimentos negativos estão prevalecendo.
Nossa Senhora. Tudo e qualquer coisa me faz chorar!!
Tenho me isolado.
Semana passada nem fui na fisioterapia. Cancelei por pura desmotivação. Mais lenha para minha culpa.
Meu namorado está se esforçando. Já o vi ter (sutis) ataques (justificados) de irritação comigo. Fica impaciente. Depois pede desculpas, tenta me ajudar. Diz que entende, faz carinho.
Eu sei que está sendo difícil pra dele conviver comigo com esse humor de cão, essa cara fechada e as reclamações o dia inteiro.
Ele é um santo de me aturar. Nunca levantou a voz. Tenho dúvidas seriíssimas se eu iria me aguentar.
Sinto muito culpa por estar maltratando ele com essa situação. Acho que ninguém precisa ficar vendo isso.
Quando eu fico nessa de dieta sim dieta não, sempre dá uma abalada no emocional. Como voltar à estaca zero, sendo que o tempo está passando. A lista de coisas acumuladas só cresce! Voltar ao mercado de trabalho, estudar, cuidar da vida social, da aparência, reformar a casa, investir no meu namoro..E eu aqui emperrada nessa porra desse peso. Fora coluna, joelhos, atm..

Tem mais ou menos 1 hora que estou sentindo minha mão e punho esquerdos formigarem. Já mudei de posição, sacudi, botei pra cima, pra baixo mas não passa.
Qual a primeira coisa que pensei? Estou infartando!
Braço esquerdo né?
Aí veio um turbilhão de pensamentos que nem dá pra botar em palavras porque não tem um formato linear.
Pensei em coração doente; mulher gorda; ambulância; pelada numa maca; uti; somatização; auto-sabotagem; críticas dos outros; auto-crítica; tudo que não vivi; pelo menos tou de dieta; culpa culpa culpa; de novo de dieta pela enésima vez e continuo gorda; hérnia no pescoço; doença neurológica; solidão; difícil pedir ajuda; não quero ninguém se metendo na minha vida; roupa suja acumulada no cesto; tem comida descente pra mim hoje?
No fundo eu sabia que não estava infartando (I really hope so). Penso mais em somatização mesmo. Ou aquela síndrome do carpo.
Preciso dizer que chorei chorei chorei?
Foi bom que botei um pouco dessa tensão pra fora.
Meu namorado está dormindo agora. Um lado ficou feliz por ele não ver essa cena, o outro lado queria ser amparado.
Quis pedir ajuda pra minha mãe. Ela viria correndo. Mas acho injusto com ela. Já anda tão ansiosa com os problemas dela..
Fico pensando em botar o balão mais uma vez. O primeiro foi tão tão difícil de usar mas me ajudou tanto. Não me arrependo. Tenho namorado essa possibilidade há algumas semanas. Um gás nessa perda de peso. Perder esse resto que ficou.
Minha fisio é contra porque vou ter que parar algumas coisas no pilates e ela acha que não vale a pena entrar de novo em crise de coluna. Nem saí direito da última!
Quando botei a Dona Redonda acho que fiquei umas 2 ou 3 semanas sem poder fazer exercícios. Não lembro bem. Mas não sei se com todo mundo é assim. No meu caso eu tive muuuuuitos sintomas desagradáveis..
E eu sou o tipo de pessoa que NÃO PODE ficar sem exercícios. Perco músculo muito rápido. Enferruja tudo.

O que fazer?
Ontem à noite cogitei seriamente dormir sem tomar banho. Sério? Justo eu que posso ter tomado 2 banhos durante o dia, mesmo assim tenho que tomar outro antes de dormir?
Sério..pensei mesmo.
E isso acende o alerta vermelho.

Juntei forças. Fiz uns alongamentos no chão (nem botei o tapete, sem saco). Pernas pra cima por causa da retenção (aliviou um pouco as dores e peso nas pernas). Fiquei pensando coisas boas, que eu dependo de mim, que posso, que Deus me dá forças para aguentar todas essas provações. E fui tomar banho.
Olha o esforço que demandou pra fazer uma coisa tão trivial.

Estou caindo num novo quadro depressivo? Ou é só uma etapa depressiva? São coisas diferentes..
O que fazer?

(escrito à noite)

O formigamento ficou durante muitas horas. Que perturbação. Fiquei tentando sublimar e seguir em frente.
Ajeitei a casa, vi uns seriados, li uns gibis, comi seguindo a dieta, dormi de tarde. E quando acordei o formigamento estava bem levinho.
Agora à noite já quase não sinto.
Somatização?
Procurei relaxar um pouco durante o dia. E fora isso chorei muuuuuito e depois tive uma DR, seguido de mais choro. Talvez isso tudo tenha aliviado essa tensão guardada..
Não gosto de dormir de tarde porque bagunça tudo. No caso de hoje não me arrependo.
A DR também foi na base da paz e da honestidade.
Meu namorado não existe.

Agora à noite consegui entrar com ele no campo de assuntos "mais sérios". Decisões sobre a reforma do apartamento, sobre a compra do novo colchão (já falei disso aqui?), imposto de renda, e outras coisas.
Nada disso foi resolvido. Só de escrever já dá ansiedade.
O caso é que venho fugindo dessas coisas de gente grande. Tudo parece muito difícil (nessa fase) pra mim. Eu era tão despachada antes, independente, destemida....Mas agora tou uma bananona. Fala sério.
São coisas chatas? São.
Impossíveis de se resolverem? Na verdade longe disso.
São trabalhosas? Aham..E é aí que entra a fuga.
Kd a disposição pra me dedicar a coisas assim???

Não aconteceu uma mágica hoje e de repente virei a mulher-maravilha das realizações. Como eu disse, entrei no campo. Falamos de leve, alguns itens, só umas pinceladas dos assuntos.
Fiz uma listinha de To-Dos bem básica.

São passos pequenos, mas são passos.
Pior é ficar parada.
Esse estar parada é que me dá muita angústia. E a angústia retro-alimenta o estado de paralisia..

D3

Saldo do D2


O que teve ontem?

  1. Anotei e pesei comidas
  2. Comi repolho e feijão verde
  3. Fruta: uns caroços de uva
  4. Consegui manter a IDR de calorias
  5. Aumentei a água (1,625 litro)
  6. Fiz alongamento
  7. Resisti ao cream cracker com queijo ralado
O que poderia ter sido melhor?
  1. Mais água
  2. Exercício de verdade
  3. O humor
  4. Sono desregulado (cochilei de tarde e fui dormir meia noite)
Metas pra hoje (as mesmas de ontem):
  1. Aumentar água
  2. Algum exercício
  3. Manter o IDR
  4. Alguma fruta, verdura, legume etc
  5. Dormir mais cedo
Peso de hoje: 90,4kg 

O negócio da resistência foi interessante. Eu vi o pacotinho de biscoitos e automaticamente lembrei do sabor - pausa para salivar - da manteiga e do queijo parmesão ralado em cima dele.
Gente do céu. Imediatamente minha mente criou o cenário completo. Eu com um prato cheio de biscoitos, passando manteiga gelada e botando o queijo e comendo e gostando muito. Naquele momento eu desejei e decidi solidamente comer o pacote todo. Assim mesmo. Bem simples. Uma coisa primitiva até. Era dado como certeza.
Aí entrou meu racional (thank God!) dando todos os argumentos contra.
O desejo era tão forte ao ponto de uma parte de mim se dar por vencida e aceitar que a dieta já era e no outro dia ia começar do novo.
Começou a briga entre o desejo e a razão.
Um briga danada por causa de um sabor!
Chegou ao ponto de eu ter que me meter nessa briga e dizer pra razão e pro desejo terem calma.

Calma! Pode até ser que mais tarde eu coma o pacote todo mas agora vou comer uns 4 com uns pedaços de mussarela fazendo um sanduíche. E já que vou comer esses, eu vou saborear.

E fiquei nessa de ir me tapeando, a tarde toda, até que venci essa tentação.
É mole?


março 19, 2016

D2

Saldo do D1


O que melhorou ontem?

  1. Voltei a pesar e anotar comidas (quando paro isso só dá merda)
  2. Almocei como um ser normal: comida de panela
  3. Tinha coisa boa saudável no almoço: alface, tomate, pepino e repolho
  4. Comi fruta: um papaia e 2 caroços de uva
  5. Só comi dois pães...
  6. Consegui manter a IDR de calorias
  7. Enfrentei a balança
O que poderia ter sido melhor?
  1. Mais água. Só tomei 1,25 litro
  2. Algum exercício
  3. O humor
  4. Sono desregulado
Metas pra hoje:
  1. Aumentar água
  2. Algum exercício
  3. Manter o IDR
  4. Alguma fruta, verdura, legume etc
  5. Dormir mais cedo
Nem vou me cobrar no humor. Tiro no pé. Essa irritação vai embora naturalmente.

Me pesei de novo hoje. Primeiro pra saber se aquele peso sem noção de ontem é real. Estou achando estranho não ser  bem mais. Não que eu esteja reclamando!
Então, fui lá, subi na dita cuja, esperei o número 9 habitual na frente e um número 2 em seguida. Porque é obvio que ontem estava errado...
Que nada! Veio um zero. De novo!
Uhu!
Então é verdade. Não foi tão mal assim. A drama-queen é que tem um leve sutil quase imperceptível hábito de exagerar..
Considerando que estou na fase 1 da estaca zero, inchada, isso ainda vai descer mais.
Aliás, subiu 100g de ontem pra hoje.
Não me perturbei com isso. Oscilação normal.

Aliás, estou com vontade de não me pesar mais por um tempo.
Será que consigo dá certo?

Outra coisa. Quando meu humor está assim, se arrastando, sem força nem pra tentar ter forças, eu costumo me forçar  a ouvir música. Nas épocas em que estou bem é natural cantarolar e estar sempre com algo tocando.
Então, nesses períodos difíceis, ligo o rádio na cozinha, velhinho, do tempo de estudante que andava de ônibus e só tinha dinheiro pra comprar radinho na Mesbla.
Daí ligo, e aquilo vai me ajudando. Às vezes mais, às vezes menos. Mas ajuda.
Recomendo.
Toda ajuda é bem vinda.

março 18, 2016

Dieta na sexta?

Quase uma semana se passou desde o último post.
Ensaiei algumas vezes ´fazer tudo direito´´voltar ao eixo´´passar a borracha´´começar de novo e desse vez é pra valer´ e cuem cuem cuem cueeeeem.

Alguns pães, salgadinhos e panelas de brigadeiros depois, aqui estou eu.
Adivinha?!
Inchada blablablablaaaaaaaa argh!
Bom, enfrentei a balança e, esperava, sei lá, uns 92kg. Qual não foi minha surpresa ao ver um zero.
90,7!
Gente, tá errado isso. Não pode. Depois de tanta esculhambação...
Bom, amanhã checo novamente.

Enfim, seja como for, lá vou eu me arrastando pelas horas do dia, o primeiro dia de mais uma dieta mimimimimi, tentando fazer tudo direito, água, balança, calorias, mantras de motivação...
Os três primeiros dias são realmente os mais difíceis.
Aí, aqui estou eu na minha frágil força de vontade, quando recebo o convite pra comer acarajé.

Oi??

Ou melhor,

Oi??!!

Sério. Sacanagem do universo. Só pode.
Mas também, quem manda começar dieta em plena sexta feira?

Ah sei lá entende. Hoje consegui forças pra começar e a perspectiva de esperar até segunda, mais 3 dias de total descontrol, não estava mais suportável. Que seja hoje então.
E foda-se o acarajé.
Teve um dia que comecei uma dieta, marco zero, preparar apontar, 1 2 3 já, em um domingo de tarde. Sexta até que não está tão estranho assim, convenhamos.

P.S. Humor muito muito instável. Choro solto, intolerante..Sabe uma TPM eterna?

março 13, 2016

Why again?

Era sexta feira.
Um dia especialmente quente. Calor me irrita.
Meio dia. Muita fome. Tinha comido um café da manhã controlado e bastante água.
Estava na rua,voltando pra casa.
Resolvi ir no mercado. Com fome. Erro #1
Procurei na bolsa meu kit de sobrevivência para momentos como aquele. Onde estava o lanche reserva? Não tinha na bolsa. Erro #2
Pensei em não ir ao mercado. Eu precisava ir. Estava passando na frente. Voltar mais tarde seria um transtorno, mais gasolina, mais tempo..
Entrei.
Fui procurar o que tinha ido buscar: Nesfit mel e amendoas. Muito difícil de achar. Muito importante pra satisfação da minha manhã saudável.
Passei pela sessão dos biscoitos. Erro #3
Olhei para os biscoitos. Erro #4
Vi um Bono sabor morango. Peguei o Bono nas mãos. Erro #5
Pausa para uma explicação.
Nos recentes dias de voracidade e zero dieta, volta e meia eu matava minha gana de doce com um pacote de Bono. Só achava de chocolate. Queria mesmo era o de morango. Não era nada muito consciente essa preferência. Quando dei de cara com ele no mercado foi que percebi como havia um vazio, um buraco a ser preenchido no desejo e só esse maledeto cor de rosa parecia ser capaz disso.
Só quando eu vi aquela fila de pacotinhos rosas bem arrumadinhos foi que percebi o quanto eu queria. E foi quando eu não percebi meu pensamento embotar. Já era qualquer traço de racionalidade.
Botei o pacote (pelo menos foi só um) na cestinha. Erro #6
Aliás, estar com uma cestinha já era o Erro#7.

O diabinho da gula então se fortaleceu dentro de mim e resolvi (sera que posso usar o termo razão aqui?) passar na sessão dos salgadinhos (pra que criatura de Deus?!).
Aí foi um tsunami de erros. Um Bugles de bacon (novidade), um Yokitos bola, um Yokitos naquinhos. Chega! Vamos pro caixa.
Lá no caixa, os sacanas botam um monte de porcarias em exposição. E lá se vai um Twix pra cestinha.
E lá estou eu. Um lado pensando tolamente ´eu vou comendo aos pouquinhos e contando as calorias. Vai durar vários dias. Eu consigo me controlar´. O outro lado dizendo, demandando ´larga tudo aí agora mesmo e vai embora´.
Detalhe, não tinha o Nesfit. O motivo maior de ter entrado lá.
Adivinha que lado venceu?
O da fome.
Vim no carro ainda ingenuamente me convencendo de que iria comer 2 biscoitinhos no caminho, almoçar direitinho em casa, e durante muitos dias ir diluindo essas porcarias na minha meta diária.
Se eu estivesse há muitas semanas de dieta até poderia ser. Com poucos dias é impossível. A força de vontade ainda é muito baixa, muito bebezinha.
Resultado, antes de chegar em casa já tinha comido o Bono quase todo.
No resto da tarde dei conta das outras compras.
O pensamento agora era de ´vou recomeçar tudo amanha´.
Só que esse amanhã, que foi ontem, não teve recomeço nenhum.
Aliás, teve o recomeço da bagaceira alimentar. Lixos lixos e lixos. Sódio, açucar, carboidrato e tudo que me faz mal comprovadamente.
E hoje? Hoje é um novo dia!
Coisa nenhuma. Continuando ladeira a baixo no descontrole alimentar.
Pra completar, muito muito calor.
Então fico assim na tabuada: muito calor + inchada de novo + indisposta até a raiz do cabelo + culpa até a base do dedão + muita irritação + medo da balança + esperança de passar a borracha amanhã e começar again

P.S. O humor já não vinha exatamente bem nos dias anteriores. Tava saindo da fisioterapia e lá me deu muita vontade de chorar (n razões) e, com esse espírito, entrei no mercado com fome. Receita para o pé esbagaçar a jaca.

março 11, 2016

Dia 4

Hoje não me pesei.
Acho que o grosso do inchaço, digo, a parte que vá fazer diferença de um dia pro outro na balança, já passou. Não acho prudente me pesar e ver que nada mudou. Ou pior, que subiu! Por que é claro que existem oscilações que não significam necessariamente que a pessoa engordou.
Enfim, psicologicamente me protegendo.

Sobre o inchaço: geralmente três dias é o prazo pra dar aquele secada express. Continuo com retenção? Sim! Bastante? Sim! Pernas pinicando? Sim!
Ué, e o que melhorou então?
Desse ruim, digamos que está menos ruim.
Barriga já desinchou mais um pouco.
E assim eu vou, nos passos de tartaruga manca, mas pelo menos é pra frente. Melhor uma tartaruga capenga do que uma lebre sentada na beira da estrada.

Sobre a dor de cabeça. Jesus Maria José! O que foi aquilo? Três Neosaldinas e nada. Compressa de gelo e fez cosquinha. Quase fui pro Tramal. Não estudei pitombas o dia inteiro (culpa culpa culpa). Tentei dormir mais cedo e acordei bem melhor!!
Bem melhor, digo, com dor, porém o mundo parece mais habitável agora. Não quero mais me enrolar num pano e me esconder numa caverna. Já tenho saco pra conversar com alguém de forma civilizada. Tudo isso porque a dor diminuiu.
Conselho: Nunca jamais em hipótese alguma menospreze o sofrimento de uma pessoa com dor crônica. Não, ela não está de mimimi. Ela sofre sim, de verdade.
Claro que tem todas aquelas coisas que a psicologia explica sobre pessoas que se vitimizam, usam a doença como muleta etc.
Não quer dizer que você tenha que aguentar pessoas assim, botar no colo e levar pra casa mas, antes de perder a paciência, pare e procure entender a razão da chatice desse alguém. Será que é dor crônica?

março 10, 2016

Dia 3

Não está fácil mas estou  mantendo. Muitos desejos, mal estar, indisposição, dor de cabeça que não passa (bruxismo) mas mesmo assim tou aguentando. Obrigada meu Deus!
De ontem pra hoje menos 100g. Já botei 10 pedrinhas de um jarro pro outro. 1kg!
Inchaço né? Que seja. Significa um quilo a menos nos meus joelhos, na minha coluna..
E foi bom ter segurado até agora porque ontem vi o resultado da lipo da minha irmã. A danada está com barriga negativa! E não é só isso, bem desenhadinha. Bem feminina só aquele tracinho do lado. Biquini branco de lacinho, sem nada escapando.Tá linda!
Inveja branca completa!
Ai como eu queria..E sei que nessa encarnação não tem mais jeito... Snif snif..
Mas ela super merece. Malha bem direitinho, super disciplinada com a alimentação, com horário de sono e tudo mais a que tem direito. O corpo responde né?
Então voltando ao porque de ter sido melhor ter segurado a dieta até agora. Se ontem já doeu na alma ver minha irmã, estando com a consciência de estar no segundo dia da dieta, estar me cuidado, estar indo bem..imagina se estivesse no dia zero?! A morte da motivação.
Agora sei como as irmãs feiosas das uber models devem se sentir.
Confesso que fui dormir meio pra baixo ontem por causa disso. Fiquei pensando ´no que poderia ter sido´ sabe? Raiva de mim, das circunstâncias, da genética, dessa depressão que me atrapalhou láaaa atrás no passado.
Difícil respirar e continuar esse caminho tão tão longo e que afinal, quando terminar, não vou atingir uma perfeição de imagem, nem perto disso. Claro que super vale a pena o esforço. É hiper importante pra saúde (objetivo maior). Mas, é demais sonhar em poder correr da areia da praia até o mar sem a bunda parecer um terremoto 9 na escala Richter? É muito não querer o peito batendo no umbigo? Aliás, é crime querer ter um umbigo que olhe pra frente e não pro chão?!!
Amo dança, de todos os tipos. Sabe há quanto tempo não danço? Uns dois séculos e meio. E porque? Porque acho ridículo tanta banha balançando.
Admiro demais quem não se importa e aproveita a vida, gorda ou não. Certos estão vocês. Mas eu não consigo..

março 09, 2016

Motivação

Mereço cascudos!
Nove dias se passaram desde o último post.
Dieta? Ensaiei e quebrei várias vezes.
Inchada? Sim. Um pouco menos, I think..
Indo ao pilates regularmente, recomecei a bike (20 min, lento, suando horrores), aumentei a água.
Mas tá duro de segurar a vontade de jogar tudo pro alto e escorregar só mais um pouquinho..
Aquela história: eu emagreço, mas continuo gorda.
Cansa olhar o longo caminho que tenho em frente. Claro que ajuda olhar também o caminho que já superei.

Hoje é o segundo dia de mais uma tentativa. Tão enfadonho isso.
Mas vamos lá! Cair e levantar, sempre!

Peso de ontem: 91,4kg
Peso de hoje: 90,5kg
900g em 24h. Inchaço né?
Mas não importa. É um (re)começo!

Já arrumei minha jarra de pedras, meus sabonetes, já voltei pro blog, botei uma meta bem facinha no Weight Challenge (0,5kg em 1 semana), já atualizei os contadores lá em cima do blog, contando calorias e, é isso...
Sei que essa formula funciona muito bem pra mim. A unica dificuldade é segui-la. Especialmente sem muita ajuda externa.
Não que eu seja solitária ou que as pessoas ao meu redor não me ajudem. A questão é que não peço, não me abro assim tão fácil.
Sabe aquela coisa de ´tudo que vc falar poderá e será usado contra você´?
É algo mais ou menos assim que sinto.
Não quero ser julgada, cobrada.
Deve ser chateréeeerrimo conviver com uma pessoa eternamente em dieta e eternamente gorda. Pior ainda se essa pessoa ficar dizendo `dessa  vez é pra valer´. Insuportável.
Eu não sei se eu aguentaria.
Então prefiro não falar nada. Ficar aqui no meu mundinho mesmo.
Pobre do meu namorado, tão paciente, tão coração bom. Já ouviu muitas queixas e desabafos e bad moods meus. Me policio para falar cada vez menos e poupá-lo.
Até pra mim é chato pensar ´dessa vez vai!´. E que jeito? Tenho que crer. Preciso de motivação. De onde tirar isso senão de mim mesma?

fevereiro 29, 2016

Razões

Parte da ansiedade que causou o chilique alimentar era justamente a grande chance de que nos dias que se seguiriam eu nao conseguir fazer dieta contar caloria.  Dito pensado e feito.
O problema começa quando eu paro de contar as calorias. Deixar correr solto não faz nada bem.
Se somando à ansiedade ainda teve festas, almoços, lanches e jantares por causa das visitas que recebi aqui.
Resultado esperado: comida em excesso + bagunça nos horários + exercícios de menos
Fiquei 3 dias na dieta da sopa. Deu sopa, já era!
Voltei a ser uma lady por 5 dias, chegando a maravilhosos 88,9kg
Ownnnnn
Mas aí, por razões diversas, escorreguei novamente por 9 dias, até ontem. Mas dessa vez a ladeira foi de-com-força! Mega escorregão!
Snif, foram 33 dias tão felizes. Não era fácil mas me sentia bem melhor do que agora. Sem pernas inchadas, sem barriga de grávida estufada, sem tanta culpa, sem ter que começar de novo..
Fazer o que? Começar de novo oras!

Zerando o contador de dieta em 4..3..2..1..
Pesando em 4..3..2..1..

90,2kg
Argh, cá estou eu novamente nessa década de 90. O consolo é saber que grande parte disso aí é inchaço e em 3 dias já terá ido embora (se eu me comportar).
Não vou ficar de mimimi. Já recomecei de pontos muito piores (pesos mais altos) e deu certo.
Foi um deslize? Foi..
Solução? Seguir em frente.
Já enfrentei a balança. Já voltei ao blog (não posso sumir daquiiiiiii). Já tou anotando tudo que como de novo. Já tou caprichando na água.
O resultado vai chegar.

fevereiro 11, 2016

Chilique alimentar

Sabe o Pacman?




Sabe o Taz?



Sabe a Magali?


Então, fui eu nos últimos 40 minutos.
Ansiedade à mil aqui, uma coisa importante que vai acontecer, e para a qual eu achava estar preparada.
Três pães franceses com manteiga e dois elma chips.
Mas também a padaria não colabora..quem manda esse pão vir estalando de quente?
Calculando por alto devo ter botado umas 900Kcal pra dentro, de supetão. Metade da meta do dia.
Exista uma pequeeeeeeeeeeena chance de que eu não passe das 1800Kcal, obviamente não comendo mais nada hoje.
Anotação mental: Deixar para contar as calorias no fim do dia é muitíssimo perigoso.
Bom, já estou esperando o inchaço, a barriga roinnn róóó, a culpa...
Pois é amiguinho, enfiei o pé na jaca no pão.
Agora é seguir em frente.
Água, paciência pro corpo lidar com a carga extra e inesperada, manter o foco e aprender mais essa lição.
Vou contar as calorias pra ver o tamanho do estrago e ver se preciso zerar o contador da dieta.
Shame on me..

Em tempo: Consegui fechar o dia ainda dentro da meta, por pouco

Yoga



Pra se inspirar e ver que é possível.
Vou copiar o texto por que hoje estou com preguiça de escrever.

Aos 22 anos, a estadunidense Dana Falsetti é uma das pessoas que está engajada em mostrar ao mundo que a yoga pode ser praticada por qualquer pessoa. Ela chegou a pesar 136 quilos e, mesmo após perder 31 quilos, conta que ainda não se sentia completa. “Eu estava triste, me sentindo inútil, ainda mais confusa e simplesmente perdida. Eu fui fazer yoga pois era algo novo que eu poderia em uma época em que estava desistindo de tudo“, disse ao Daily Mail.
A prática deu tão certo que Dana começou a mudar sua maneira de encarar a vida e acabou se tornando professora de yoga. “Se estivesse feliz, frustrada, estressada, animada, qualquer coisa,minha resposta era comer. À medida que continuei a praticar (yoga), me descobri querendo meu tapetinho ao invés de buscar comida“, conta.

O resto da reportagem você lê aqui.


Amigos

Momento reflexão:

Todo mundo precisa de amigos, óbvio. E num mundo perfeito tem que ter na lista um:


  1. Advogado
  2. Veterinário
  3. Médico
  4. Dentista
  5. Fisioterapeuta
  6. Contador
  7. Arquiteto
  8. Engenheiro
  9. Técnico em informática
  10. Mecânico
  11. Cabeleireiro (importantíssimo)
Não, não é pra ter pistolão, conseguir coisas de graça ou com um bom desconto. Quem trabalha merece e deve ser bem recompensado pelo que faz. Nada mais justo.
Então por que esse assunto?
Por que eu acho que, além de serem profissões bem interessantes (bons papos garantidos), basicamente cobrem o principal do nosso dia-a-dia. E tendo amigos (verdadeiros) nessas áreas teremos quase certeza de não estarmos sendo enganados. 
Quantas vezes você já teve certeza absoluta de estar sendo roubado na oficina? Ou nem digo roubado, mas sem segurança pra tomar um decisão difícil (de saúde, finanças, etc), sem ter ninguém de confiança e da área pra ler as entrelinhas da situação?
Amigos todos eles, independente da profissão, ou sem profissão, são sempre bem-vindos. Of course.
O importante mesmo é o bem querer, a companhia, a cumplicidade, e por aí vai.
Mas se nesse pacote puder vir uma consultoria sincera nessas áreas, porque não??

fevereiro 10, 2016

Quarta de cinzas

Não, não fui pra avenida.
Essa combinação calor + multidão + barulho + suor não me agrada.
Preferi ficar aqui no meu canto arrumando papeladas.
Coisas acumuladas há anoooos. Daquelas coisas que ´depois eu faço´ ´tenho que olhar com calma´ e ficam lá mofando à espera.
Foi bom. Muito boa essa limpeza física e mental.
Agora o ano vai começar de verdade, porque 2016 só começa depois do carnaval né?

Então vamos lá:


  1. Dieta - indo muito bem obrigada. Completei um mês ontem
  2. Peso - menos 3,4kg de lixo em 30 dias
  3. Coluna - ainda instável. Amanhã tem RPG e pilates. Aguardando a troca do colchão
  4. Joelhos - às vezes queimam mas no geral estão ok
  5. Estudos - lento nos últimos dias. Hoping to improve

Ontem o pessoal organizou de ir no Burger King fazer um lanche à noite. 
Dilema: comer antes de ir e ficar só olhando ou me organizar pra comer algo de lá cabendo nas minhas calorias?
Usando as vantagens dos nossos tempos, fui procurar o cardápio do BK na net e Jesus! não tem nada que valha a pena. Muuuuuuuuuuuuito sódio. Muuuuuuuuitaaaaaaaaas calorias. Muuuuuuuuita gordura.


Fala sério. Perdi qualquer vontade de comer.
Achei isso ótimo. Vontade zero de verdade.
Não foi aquela coisa de ahhhh eu sei que faz mal ahhhh eu não vou estragar meu esforço. Foi como olhar para carne vermelha (não como há 20 anos, passo num churrasco sem nem salivar).
Ponto pra mim. Pra minha mente, meu metabolismo. Sei lá. Só sei que fiquei feliz com isso.
Agora que deixei isso devidamente registrado, vou cuidar da vida lá fora.


fevereiro 06, 2016

Peso novo

Passando rapidinho aqui só pra registrar o peso de hoje:

89kg

Acho que agora sim posso comemorar a saída da casa dos 90. Que seja para todo sempre amém. Nunca mais na minha vida quero entrar nesse peso horroroso novamente.
Espero ter força, disciplina, motivação, foco e fé pra conseguir isso, e mais ainda, sair também da casa dos 80, e depois dos 70..
Basicamente só depende de mim.

fevereiro 02, 2016

...

Tou sem inspiração esses dias pra escrever..
Tenho me forçado a vir aqui para manter o foco, não fazer pequenas concessões, não sair do eixo e não cair de novo naquele looping engorda-emagrece-engorda.
Me conheço!

vazio


sem idéias

branco na mente


hummmm

Ok, então associação livre.
Meus planos pra hoje: estudar, pilates, estudar, levar o notebook do meu namorado lá no fim do mundo pro técnico arrumar, estudar, arrumar a casa da linha da cintura pra cima, estudar. Não necessariamente nessa ordem.
Dieta ok
Coluna, na mesma
Cama nova, a ser comprada
Humor, razoável
Clima, chovendo, bem melhor

Ah foda-se escrever.
Sem saco hoje

fevereiro 01, 2016

Calor

Muito muito calor hoje aqui. Calor me deixa irritada! Me dá brotoejas, fico me coçando, de mau-humor e intolerante.
Fora que eu suo muito. Tenho que lavar o cabelo quase todos os dias senão, já viu!
Mas como diria Stephen King em Lisey´s Story, wait the wind to change.
Não posso deixar que ´coisinhas´ pautem o humor do meu dia.
Se eu puder mudar essa coisinha que me irrita, ótimo, então eu mudo. Ex, ventilador, ar condicionado, banho.
Se eu não puder mudar, paciência, ignora, segue em frente e wait the wind to change.
Isso se aplica a zibilhões de coisas. Ter que ir num lugar chato, estar com uma pessoa desagradável, um sapato que incomoda, um bad hair day, estar com dor e por aí vai..
Mudando de assunto: Ontem fui com meu namorado num podólogo. A unha do dedão do pé dele está com essa moda agora de encravar e dia desses teve que fazer uma cirurgia pra tirar um quilo de carne esponjosa do lado por causa de uma topada #coitado. Daí essa semana ele viu que, nem tinha terminado de nascer o pedaço que tirou na cirurgia, e olha a nojenta encravando de novo.
Marcou o podólogo pra ontem, só que de manhã, uma nova topada!!!! Afe, tava doendo em mim já..tadinho do meu amor.
Enfim, fomos lá. A mulher botou um produto pra amoler a unha, e sem dó nem piedade tirou um pedação..ow que dó. O bichinho sofreu...
Mas mentira, a moça era boazinha, bem educada e cuidadosa. É porque tinha que tirar mesmo, fazer o que? E nem sangrou mesmo estando inflamado por causa da topada. A mão dela deve ser boa. Eu tava esperando já o sangão escorrendo.
Agora vamos esperar cicatrizar para colocar uma órtese grudada na unha pra deixar ela na posição correta. As maravilhas que o povo inventa!
Por que estou dizendo isso tudo? Porque já faz um tempinho que meu dedão do pé está dando sinais de que quer costumizar um novo formato. Volta e meia eu penso, tenho que ir num podologo e tal, mas, onde está esse item na minha lista de prioridades? Láaaaaaa no finalzinho...Só espero não levar nenhuma topada e ter que elevar esse item pro topo da lista.

Mudança de assunto de novo. Esbarrei nessa pequena reportagem sobre sedentarismo.
É sempre bom lembrar.

Cinco passos para sair do sedentarismo

Agora vou cuidar da vida. Tenho listas e listas de pendências. Tenho que começar por algum lugar.


janeiro 31, 2016

100g

Consegui sobreviver a um eventozinho social ontem à noite.
Quando soube do compromisso fiquei economizando calorias pra não extrapolar lá na hora mas cuidando também pra não ir pra lá com fome! Limite delicado esse..
Só sei que fui pra lá com um crédito de 471kcal.
Minha ´dieta´pode não ser a mais saudável, mas já que eu sei que posso comer qualquer coisa, desde que caiba nas 1800kcal, meu stress fica menor. Não tem aquela sensação angustiante de

NÃO POSSO

Isso ajuda muito, pra mim pelo menos.
Exemplo. Teve sorvete no final. Eu até conseguiria fazer caber na minha meta mas simplesmente decidi que ´hoje não´.
Lembro bem de como é ruim ficar olhando os outros comerem, a vontade enorme de comer também, a necessidade de fazer uma cara de não tou nem aí pra vocês comendo esse negócio delicioso..
Ontem eu olhava pro sorvete, pro povo comendo, e só pensava que eu poderia mas preferia não comer. Olha que maravilha!!
Vontade vontade mesmo eu só fiquei numa entrada lá com um creme de gorgozola (amo!). Esse sim eu fiquei num manta de controle. Mesmo assim não sofri muito não.
Sinceramente achei que ontem iria enfiar o pé na jaca. Obrigada Meu Deus!
Hoje resolvi me pesar. Como era esperado, quase não teve mudanças. 100 gramas a menos. Que seja. Pelo menos não foram 100g a mais!
Essa semana minha RPGista disse que estou mais magra. Hummm, não acho que dê pra perceber. Mas ela deve conhecer meu corpo melhor que eu.
Meu namorado não serve de parâmetro. Eu engordei 20kg na cara dele e ele disse que não notou. Desligado ou fofo??!
Quanto a mim, bom, às vezes, beeeeem às veeeezes, eu tenho uma ligeira impressão, lá por detrás da serra, de estar um pouquiiiiiiinho mais magra.
Medo de me decepcionar?
Medo de estar superestimando a situação?
Medo de ser sem noção e estar exatamente igual. Afinal, o que são 2,8kg a menos num corpo de 92? Visualmente falando é claro...
Ou, pelo contrário, o senso crítico é tão gigante que não permite admirar essa pequena conquista?
Seja como for, meus parâmetros do momento para ´enxergar´progressos são a gaivota nesse contador na parte superior do blog e as pedras na jarra. Eu PRECISO ver o progresso. Se não na roupa, ou no espelho, pelo menos esses aí..

janeiro 30, 2016

Cama

Olha que tá difícil viu?
Tive uma crise de choro ontem mas foi bom que botei pra fora.
Meu namorado com sua paciência e carinho me ouviu, tentou dar umas soluções... #fofo
Só que a solução é isso mesmo. Stick to the plan.
O que mais está dificultando é essa coluna. Melhora piora melhora piora e dessa vez tá demorando demaaaais pra estabilizar!
Saí bem do RPG na quarta, saí bem da fisioterapia ontem e hoje de manhã levantei cheia de dores..
Faz um tempinho que tenho pensado no meu colchão. Na época em que comprei, ele era o adequado para mim, só que isso já faz tempo.
Na época só eu dormia nele. De lá pra cá meu namorado veio pra cá, eu aumentei de peso, fora a própria passagem do tempo. Será que é ele o culpado da vez?
Bom, essa noite eu tive um sono inquieto e me virei muito. Fiquei fritando na cama. Então não sei se essas dores de hoje foram desse vira-vira ou da própria cama.
Tenho medo de gastar uma fortuna numa outra cama, ou colchão, e não ser isso. Por outro lado, se for ela, olha o tanto que já gastei nos últimos tempos com tratamentos que vão quase que por água a baixo.
Lembro que tinha dores muito ruins no trapézio até que resolvi trocar o travesseiro alto e de pena de gansos por um da Nasa. Sinceramente não botava muita fé que uma coisa tão banal fosse realmente fazer diferença. Também eu achava muito baixo e molengo esse da Nasa mas resolvi tentar. Afinal, já tentei tanta coisa..
E não é que ajudou muito?! Demorei uns dias pra me acostumar mas valeu a pena. Sinto menos dores agora.
Talvez seja esse o caso da cama. A gente devia poder fazer um test drive antes de comprar. Trazer pra casa sem compromisso, dormir umas duas noites e ver como fica. Adoraria.



Fora essas dores, a própria indisposição, desânimo, falta de motivação..
Estudando às duras penas, mas pelo menos estudando.
Mantendo a dieta com dificuldade, mas mantendo.
Não podendo ainda ir pra bike até sair desse quadro,  pois é, proibida de novo..
E o peso? Andei comendo umas coisas com muito sódio e me sinto inchada, urina concentrada então nem vou me pesar. Evitar esse stress. Daqui uns dois dias eu me peso. Mas não estou esperando muita diferença no peso não. Adoraria, é claro. Só que sem malhar nada e com essa coluna assim me deixando quase em repouso, dependendo só da dieta? Não devo ter perdido muito não.
Fazer o que? Stick to the plan, always. E ter paciência.



janeiro 28, 2016

Paciencia

Thank God a diarista veio hoje.
Muita coisa ainda vai ficar fora do lugar porque estamos em déficit de armário. Será uma bagunça arrumadinha e limpinha, at least.

Poxa como é chato ver as coisas fora do lugar e não poder fazer uma organização.
Em outros tempos eu estaria pendurada em cima de uma escada ou enfiada dentro dos armários dando jeito em tudo. Aliás, nem de diarista eu precisaria.
Sempre fui muito ativa #infancia #adolescencia
Mas, não dá pra voltar o ponteiro do relógio e muito menos trocar de coluna e joelhos...

Sei disso tudo e preciso me policiar para, mesmo com ela aqui, não ficar me curvando e tal. Voltei bem melhor ontem do RPG e não posso jogar nosso esforço no ralo. Ainda estou com compressão das hérnias, em regressão, então todo cuidado é pouco.
Tomei mais um antiinflamatório ontem (diclofenaco dessa vez) e bastante compressa morna e repouso (parte difícil..).

Dieta indo bem. Quase 20 dias. Uhu!
Não vou dizer que esteja exatamente fácil. Sinto falta de várias coisas. Principalmente as salgadas..adoro! O fato de não comer carne vermelha limite bastante minhas opções. O fato de que odeio não gosto de cozinhar também não ajuda em nada.
O bom é que meu ânimo pra continuar está mantido.

A última pesagem foi de 89,7kg. Não vou comemorar a saída da casa dos 90 ainda. Quero antes me afastar bem mais desse número cheio de círculos e tão sem graça.
Proibida de fazer a bike no momento #paciencia
Hoje tem pilates café com leite..

Paciencia paciencia paciencia




Tá ruim? Sim, está.
E qual seria a opção, desistir? Ruim está, pior ficaria.



janeiro 27, 2016

Como vai essa quarta feira?

Vai bem, obrigada.
Acordei não tão cansada hoje, apesar de ter ido dormir tarde.
Motivo? dormi melhor! Aleluia!
Outra coisa, não estou mais acordando com o rosto tão inchado. E isso é mega importante, especialmente porque anteontem tive que tomar Arcoxia 90mg.
Sabe um baiacu? Sou eu com Arcoxia. E dessa vez não foi assim. As pernas estão pesadas é claro, a urina escura/retida mas o efeito foi beeeem mais leve. Resultado de uma alimentação melhor (diga-se menos sódio e massas)? I do think so..

E porque eu fui dormir tarde ontem? Estudando!! Gente do céu, nem vi a hora passar. Olha que delícia. Estudar sem se dar conta do tempo é um passo gigantesco.
Ainda sinto muita ansiedade vendo o mundo de assuntos que tenho pela frente, os leques que se abrem a cada coisa que leio. Ansiedade de dar conta de tudo, de dar tempo, de realmente conseguir voltar ao mercado de trabalho com segurança...
Mas chega de cobranças. Um passo de cada vez né? Já já estarei correndo de novo.
Vai assim que tá bom menina!

E a dieta? Indo otimamente bem.
Lembro que dia desses estava em cólicas mentais pensando em como me alimentar já que tem tantos parâmetros a serem seguidos. Recebi duras críticas ´vc tá fazendo dieta comendo fast food?´ Estava sim, mas foi como eu consegui fazer oras!
A pessoa tem que ser honesta consigo. Se eu precisava de tantos carboidratos por dia como eu iria cortar e botar só folha e fruta?
Então do meu jeito torto, comecei contando calorias, depois água, depois sódio, depois proteínas e agora tenho gestado a idéia de contar as gorduras saturadas...Tenho pensado também na vitamina B12..

Mas..para tudo!!
Não recomendo isso a ninguém. É sempre melhor procurar um bom nutricionista. Isso que estou falando não é receita pra ninguém. Serviu, e olhe lá, pra mim, e meu plano é cada vez mais buscar os parâmetros de uma alimentação saudável e balanceada..

E os exercícios? Bom, no pilates tá aquele café com leite irritante. Em casa não fiz mais porque a coluna tava péssima no fim de semana, não quis arriscar. Fiz bike no domingo 15 minutos e ontem a fisio liberou pra tentar de novo. Fiz então 10 min da bike horizontal, porém com mais velocidade. Suei litros, ofeguei (que falta um frequencímetro faz..), os joelhos não incomodaram (Gloria Aleluia!) e os quadríceps começaram a queimar. Ou seja, há esperanças!!

Então meu sono melhor pode e deve ser fruto de voltando a estudar + voltando a fazer aeróbico + mantendo e melhorando a dieta.

Subindo mais um degrauzinho...

janeiro 25, 2016

Hoje é outro dia

Gente, a minha casa tá uma zona. Tudo espalhado!
Motivos?

  1. Dois gatos bagunceiros
  2. Um namorado hiper bagunceiro
  3. Uma coluna que não ajuda a baixar e catar as próprias coisas
  4. Falta de tempo agora que estou engatando no estudo
  5. Armário da sala que será trocado e tudo que tinha dentro foi pra chão

Me dá agonia essa bagunça. Muda meu humor. Juro!
Estou igual cavalo com aquele troço no olhos que não lembro o nome. Tentando nem olhar pra não me estressar. Tomara que não apareça ninguém por aqui pra visitar.
Hoje vou tentar ajeitar as coisas acima da linha da cintura e o que eu conseguir catar com o pé. Olha a situação..
O que for de chão fica pra de noite quando o boyfriend chegar. 
Nem preciso falar que a coluna continua enchendo né? Afe, como demora pra estabilizar essa criatura.
A boa/maravilhosa/fantástica notícia é que continuo de dieta, e emagrecendo. Fora que ontem ensaiei exercícios aeróbicos. Passos pequenos mas sempre em frente.
Outra coisa, estou melhorando da tosse. Ainda bem obstruída mas com pouca falta de ar. Graças à Deus e à Alexander Fleming que descobriu a penicilina.
Sobre o estudo, sério mesmo, estou começando a me empolgar. Voltando a ter faíscas de paixão pelo assunto. Maravilha!
Well, já tomei meu breakfast, devidamente pesado e anotado, agora vou ligar o som, dar um grau na casa, fazer uns exercícios de solo, dar um grau em mim, e voltar pros livros.
Se arranjar uma carona, vou lá no prédio da minha sogra usar a bike.
Ontem tava tão ansiosa querendo comer que teve um hora onde resolvi ir dormir pra não fazer bobagem, diga-se, cream cracker com manteiga. 

Mas hoje é outro dia. Me pesei de novo #teimosa
89,7kg!!!
E vamos que vamos!!

janeiro 24, 2016

Começar academia no domingo?

Olhei pra ela...ela olhou pra mim..
Não resisti, peguei a balança e seja o que Deus quiser.
Não deveria. Alta chance de me frustrar mais ainda.
Maaaaas, 100g a menos. 90kg redondo.
Ufa
Achei que estaria mais.
Péssimo não estar fazendo exercícios. Ok, faço uns abdominais e afins em casa mas não conta muito pra emagrecer.
A coluna hoje nem melhor nem pior que ontem. Já falei com minha fisio e ela autorizou tentar, pelo menos, fazer a bike lá do prédio da minha sogra.
Imagino a cena:
Me arrumo, vou lá, me alongo, olho pra cara do povo que eu nunca vi porque vai ser a primeira vez que irei lá, subo na bike toda desconfiada, começo a girar o pedal, passa um pé, passa o outro e ... dor na lombar!! Lá vou eu saindo toda constrangida da bike....

Sai pensamento do mal!!!!!

Vai ser o contrário! Não vou sentir nada, nadinha. Tá certo que muito provavelmente vou fazer bem pouco tempo, carga zero e lentamente, mas, tenho que começar né?!!
Na academia, antes dessa última crise de coluna, também foi assim. Eu saía de casa, subia na bike, fazia 10 minutos em velocidade lesmal e ia embora. Hiper mega envergonhante.
Mas aí depois, com o tempo, quando a lombar deixou, acrescentei mais 10 minutos na esteira.
À medida que o joelho foi melhorando, eu aumentei para 15 minutos de bike e 15 de esteira.
Depois 20 de cada, depois 25...depois 30..
Parei em 30 min e comecei a aumentar a velocidade..
E foi nesse ponto que parei no fim de novembro: 1 hora de atividade aeróbica, em zona cardíaca de queima de gordura, sem forçar joelho nem coluna, quase todos os dias. Tava me sentindo melhor, mais disposta, respirando melhor...Sentindo que tava evoluindo..
Então pronto, tenho que recomeçar. Vai dar certo!
Enquanto isso, a dieta vai bem obrigada. Tou com um gosto horrível de metal na boca, deve ser do antibiótico. Isso fica me fazendo querer comer, mas tou resistindo.
Mais tarde venho contar o resultado da façanha de começar academia em pleno domingo..


P.S. Fui na academia! Viva! Está provado que existe vida após a morte dá pra começar a malhar num domingo à tarde, chovendo.
Fiz 15 min de bike horizontal. E só. Tá bom por hoje. Não vamos assustar os joelhos..

janeiro 23, 2016

Dia cinzento

Chovendo bastante aqui #adoro
Fora o cinza do dia, que não me incomoda, hoje estou meio pra baixo.
A lombar tá me chateando, o passo curto, ruim pra fazer as coisas mais básicas.
Bom, desde a última crise ela não ficou de fato legal mas vinha melhorando lentamente...Hoje acordei assim.
Pra aumentar a chateação, toda obstruída dessa infecção. Que saco..
E pra completar fui me pesar, e lá estavam 100g a mais.
Ah, só 100g, nao estressa! Estresso sim poxa. Preciso emagrecer pra melhorar coluna e joelhos. E preciso melhorar coluna e joelhos pra emagrecer.
Super show!
Tou seguindo a dieta. A única exceção foi lasanha e quiche, sem exagero, que comi nos últimos dias e não tive como pesar. Talvez eu tenha calculado por baixo e isso fez diferença..Ou talvez seja só o intestino que está meio atrasado nas suas tarefas..talvez um pouco inchada...Não acho que eu tenha ganho gordura de fato. Outra coisa importante: me pesei há 3 dias. Pouco tempo.
Mas não deixa de me chatear...
Enfim, continuo com a dieta com tudo calculado. 13 dias já.
Ontem fui pro RPG. Hoje fiz meu treino em casa. E assim vou seguindo. Passos lentos e em frente, sempre.

P.S.Comecei a organizar emails e comentários acumulados, desculpem a demora..

janeiro 21, 2016

Caixa de Pandora

Arrumando umas coisas velhas, achei uma caixa lotada de cartas, cartões e bilhetinhos a partir da década de 90.
De quem? Da minha família, do meu namorado, de alguns amigos..
Pense num rio de lágrimas.
Graças a Deus que de lá, com exceção do meu avô, todos estão vivos.
Chegou ao ponto de ser insuportável continuar lendo as coisas. As cartas eu pulei todas, impossível. Primeiro que demoraria horas e, principalmente, porque não me sinto em condições de enfrentar tantos sentimentos.
Tem toneladas de carinho, best wishes, e muitíssimo amor. Uma caixa recheada de amor.
E por que dói tanto?
Porque a maioria dessas coisas foi escrita antes da era virtual, quando era comum (e esperado) receber cartinhas pela correio (que delícia) e nesse tempo eu estava afogada em depressão, fazendo vestibular, começando a faculdade, completamente cega aos meus potenciais.
Hoje lendo eu vejo o quanto tive apoio e não vi. Não me deixei ver. Pior ainda, me sentia imensamente só.
Hoje lendo me lembro com que olhos eu lia tudo isso e uma voz me dizia que era exagero tudo de bom que diziam sobre mim e que o que desejavam eu não merecia.
Deus do Céu. Como a depressão atrapalhou minha vida. Tem períodos dessa fase que estão em branco na minha memória. Apenas dias que se passaram e não tenho lembrança.
Ontem estudando, comecei a sentir o real peso dos últimos dez anos onde não me atualizei, por n razões. Já tava doendo. Aí hoje abri essa caixa...
Coincidência? Acho que foi Deus mesmo. Precisava desse empurrão.
Fico pensando como essas cartas e afins me afetariam se eu as recebesse hoje. Imensamente! Como de fato me deram um ânimo, mas também um amargo na boca pelo que perdi. As chances sociais, profissionais, de passeios, de realizações. Os anos perdidos. Uma vida que não vivi. E principalmente uma convivência mais próxima ainda dessas pessoas que me mostraram tanto amor.
Sei que não fui indiferente a eles. Sempre deu amor, carinho, cuidei, ajudei. O problema foi sempre ter achado que não merecia o que eles davam. Que eu tinha que ser melhor, mais legal, mais desenrolada, mais inteligente, mais isso ou aquilo.
Até agora não sei medir o quão realista ou dramática estou sendo nesse momento.
O que eu realmente era?
Olhando daqui de 2016, vejo uma garota do bem, tímida, que não entendia as malícias dos outros, que sofria de morte por tirar notas baixas na faculdade sendo que isso era super normal, ainda mais vindo de um ensino deficiente de cidade pequena. Vejo uma adolescente que se via feia e gorda (nas fotos percebo que eu era linda). Vejo uma mocinha que tentava se encaixar nos padrões de outras pessoas e não falava pra ninguém suas dificuldades e assim sofria calada.
Olhando para 2016 eu vejo uma mulher, que não se sente mulher, mas também não é mais tão jovem. Que no fundo sabe que não é uma pessoa ruim, não deseja o mal a quase ninguém. Que só faz mal pra si mesma, e como faz mal.
Claro que de lá pra cá muitas coisas mudaram. Algumas melhoraram (auto estima, confiança, independência, financeiramente) e outras pioraram (basicamente a imagem física).
Tudo que sou hoje é fruto do que fui. Seja pro bem ou pro mal.
Posso mudar o passado? De jeito maneira.
Mas foi bom ter lido essas coisas. Meu pensamento agora é que não dá pra ler mais  hoje. Muitos pensamentos invadem minha alma. A cota de hoje já foi.
Meu medo é guardar essa caixa e só acha-la daqui muitos anos. Meu desejo é de, daqui um tempo, ler cada cartinha que não tive coragem, com cuidado. E isso tem que ser antes de alguém  morrer, porque se dói agora, vai doer infinitamente mais.
Morbidez? Não, realidade.
Quero ser diferente. Aprender a demonstrar mais meus sentimentos. Aprender a me amar, principalmente.
O que eu fiz de tão errado pra mim mesma? Porque eu não me mimo como desejo fazer aos outros?
Porque não me sinto merecedora?

respirando fuuuuuundo

Bom, será que todos aqueles potenciais que falavam eram só pra agradar? Acho que não. Botando tudo nas devidas proporções eu vejo agora o que viam antes, tentavam me mostrar e eu me recusava.
Eu sempre fui a CDF da sala, e dentro da minha timidez, era fisicamente ativa, inventiva, mentalmente inquieta, amorosa, uma boa filha/irmã/namorada. Desejava fazer cursos de mergulho, fotografia, jogar capoeira, aprender a dirigir onibus, outros idiomas, ter um aquário de caramujos, viajar o mundo todo...
Porque estou agora me sentindo pra trás? Atrasada na profissão, envelhecida no corpo, indisposta para a vida social, sem vaidade, sem ânimo para criar ou realizar o que quer que seja. Sempre esperando a vida começar.
Todos os problemas que tenho hoje foram criados por mim, direta ou indiretamente!! E o ponto inicial, crucial, foi a depressão que ficou anos sem ser tratada. Morando na capital, longe da família, e me afastando de todos, "conseguia" convencer a todos de que estava bem, apenas muito ocupada com os estudos.
Quem vai questionar? Quem vai insistir pra tirar alguém do estudo?
Fui muito competente em esconder meus sintomas. Só que isso não era consciente. Quer dizer, eu tinha consciência que não estava bem, mas achava que era fraqueza, cansaço, preguiça.. Bem típico da depressão. O paciente não sabe, geralmente alguém tem que dizer. no meu caso, foi uma professora que me alertou.
Por causa da depressão, fiz uma faculdade que poderia ter sido muitíssimo mais aproveitada. Na época eu só queria que acabasse, pensei em abandonar, cheguei a trancar. Agora gostaria de ter a chance de fazer tudo de novo, com a cabeça de hoje.
Só quando tranquei foi que comecei o tratamento, mesmo assim, sem medicação. Só terapia. Ainda não sabia 100% que era depressão. Olhando pra trás, vejo que se tivesse começado remédios nessa época, quantas coisas seriam diferentes!
Fiquei então na terapia muito tempo, um pouco melhor até que algum médico me deu remédios, não lembro quem ou quando. Está nos brancos da memória.
Uso antidepressivos há muitos anos já. Não tenho planos de parar. Sei que é uma doença crônica que pode ser controlada.
E porque tanto desânimo?
Claro, que como todas as pessoas, tenho meus momentos baixos, mas no geral, há muitos anos não tenho nenhuma crise de desesperança completa, aquele cinza na alma. Vejo meu estado atual como sequela de tudo que passei ou deixei de fazer.
Essa lembranças de hoje, tirados os filtros do desmerecimento, me dão força. Era pra ter sido décadas atrás, está sendo agora.
Obrigada mãe, pai e todos os outros. Qualquer ´defeito´ ou desentendimento não tem valor nenhum. Agradeço de joelhos a Deus por tê-los na minha vida e fazer parte da vida de vcs. Vou beber nessa fonte do passado para seguir em frente.

#muitoamor

janeiro 20, 2016

Uma pedra no caminho

Pindarolas!
Meu inocente resfriadozinho evoluiu pra infecção respiratória e sinusite. Duas noites sem dormir direito com tanta obstrução (me faz lembrar os tubos que botei no nariz quando operei os cornetos no século passado).
Resultado:
  1. Cancelei pilates ontem
  2. Cancelei RPG hoje
  3. Entrei no antibiótico, não teve jeito
  4. Não fiz exercícios em casa ontem e nem farei hoje
  5. Sem concentração para estudar (dor de cabeça monstra)
Quebrei a dieta? Ah que vontade de me fazer uns agrados com comidinhas. Tava me sentindo tão miserable...
Mas não! Não vou jogar fora esses 10 dias e os 2,4kg perdidos. Não vou morrer na praia.
Tão bom subir na balança hoje de manhã e ver que 900g de lixo saíram de mim. Tou quaaaaase saindo da casa dos 90, pela trocentésima vez. E com fé em Deus essa será a última vez, não por falta de vida nem de saúde.

Plano:

  • Tomar o remédio certinho
  • Me entupir de água
  • Comer com saúde, principalmente agora
  • Repousar
  • Manter o ânimo
  • Estudar, um pouco pelo menos
  • Ter paciência
Não posso pensar nessa infecção como um empecilho. Não vou me abater (já fiz muito isso). Acontece, são coisas da vida. Fazer o que? Seguir em frente.
Não estou inválida, graças a Deus. Algumas coisas eu não consigo fazer agora? Paciência, outras eu consigo. Então pronto.
Recalculo a rota
E vamos que vamos!

janeiro 18, 2016

Snif

Resfriadinho básico, dor de cabeça e dor na garganta.
Legal..
Ânimo lá embaixo, mas quer saber? Não vou deixar isso me tirar do foco. Não vou sair dos trilhos.
Não dá pra fazer os exercícios com o mesmo pique? Nada não. Faço o que dá. E vamos pra frente.
Mantive a dieta até agora, muita água, muito lenço.
Estudei um pouquinho só, mas estudei.
Conversei horas com minha mãe no Skype. Muito assunto acumulado.
Arrumei umas papeladas do século passado.
Ou seja, um dia levemente produtivo.

Já já meu namorado chega com aquele cheirinho gostoso só dele..
E assim termino mais um dia vencedora!
Agora licença que vou tomar um Dorflex.

janeiro 17, 2016

Dor de dente?

2:30 am toca o despertador. Eu e meu love fomos arrolados a levar os cunhados no aeroporto. Fui junto pra não deixar ele cochilar e também duas pessoas num carro inibem (se é que inibem) mais que uma #assalto
Estava tendo pesadelos e acordei com uma dor monstruosa na ATM. Fui no carro segurando compressa morna no rosto. O porteiro achou que era dor de dente, certeza!
Quando isso vai acabar? Quando vou controlar essa ansiedade? Se eu tenho poder de ranger e apertar, eu também tenho poder de impedir isso, correto?
A segunda parte do sono foi um pouco melhor. Pesadelos mais amenos.
Acordei não tão mal, mas uma dor de cabeça danada. Afe!
Bom, a vida segue. Não posso deixar que esses sintomas tirem o foco das coisas que preciso/quero/devo fazer.
Comida direitinho. Água. Não me pesei. Exercícios. Banho. Me sinto um pouco melhor.
Agora, cuidar da casa, almoçar e estudar um pouco.

janeiro 16, 2016

Mais um dia

Tinha o plano de escrever aqui todos os dias, como incentivo e manutenção da vontade de me cuidar.
Aí começa o dia cheio e pimba! dois dias quase sem vir aqui.
Tem nada não..

Ultimo post, comemorando os ganhos.
No outro dia, a faxineira veio mais cedo, melando meus planos de fazer exercícios em casa de manhã cedo*
*são poucos tipos de abdominais, uns com caneleira pras pernas, uns alongamentos

Passei o dia entre manter firme a vontade de fazer meu treino domiciliar assim que ela sair versus já que ficou tarde vou deixar pra amanha.
But, segui firme e fiz meu treino, comi direitinho anotando cada grama, bebi minha cota de agua, e ainda, ruflem os tambores, consegui estudar um pouco!
Até aí tudo bem. Mas eis que à noite, teve um encontro de queijos e petiscos, seguido de um jantar. Ow ceus. Tentei ir sem fome, mas também sem comer muito, porque caso eu resolvesse ceder à tentação, a conta de caloria ficaria mais alta ainda (comida de casa + tentação).
Cheguei lá, belisquei os queijos (amo!!) e tentei conversar mais. No background meu pensamento era comida comida comida. Ninguém merece.
Resumindo: comi mais do que planejava mas o desastre não foi total.
Fiquei com medo de me pesar hoje de manhã, depois da pizza e do jantar com queijos. Não queria voltar pro dia 1, mas criei coragem e fui. Melhor encarar logo a realidade. Já estava preparada pra algumas gramas a mais, fazer o que.
Mas não, consegui perder 700g em 3 dias! Otimo!!
Preciso dizer que o humor ficou melhor?
Daí fiz minhas coisas, estudei um pouco, fiz meu treino, fiquei satisfeita comigo mesma. Almocei direitinho, comi até sorvete floresta negra (pouco, é claro) e de quebra organizei meu namorado organizou uma pessoa pra fazer marmita pra mim! #fofo
Voltei pra  casa, estudei mais um pouco, comi direitinho, e até agora tudo bem.
Fico morrendo de vontade de comer besteira? Sim
Dá um buraco no estomago? Sim
Tá difícil? Sim
Falta um caminho muito longo ainda? Simmmmm
Vale à pena o esforço? SIM SIM SIM

Mais tarde um seriado com meu amor. Dormir abraçadinho e jogar endorfina pra dentro.
E vamos em frente que amanhã completo 7 dias.

*Esse post é puro mimimi? Talvez, mas só quem passa por isso é que sabe do que estou falando. São conquistas sim. Pequenas, mas não desprezíveis.

janeiro 14, 2016

Atravessei o Rubicão?

Hummm não sei ainda..

Como assim??

Foi assim: até umas 18h tava tudo ok. Daí fui na casa de um parente (aquele do divórcio) e rolou uma situação de DR entre os divorciados, nós espectadores hiper tensos aguardando por horas..

Sim mas, o que tem a ver?

Simples: saímos quase meia noite de lá e eu tava com uma hiper fome (quem faz dieta sabe).

E..?

A mesa tava posta com a janta

E..?

Pizza de presunto, pão de calabresa e enroladinho de salsicha...Não esqueça o suco de uva

E..?

Eu não estava preparada pra ficar tantas horas fora de casa

E..?

Sou um ser humano, sinto fome. A tentação não ajuda.

E..?

E que eu comi pizza (1 fatia), pão (1 pedacinho, juro) e enroladinho (1 pedacico, juro2)

Olha o que tenho a dizer:




Mas calma! Ainda vou botar na tabela do FatSecret e ver se passei. Perae. Fora o sódio que com certeza extrapolou (#adeusxixi), há esperanças. Tenha calma!

Pausa para anotar as comidas

Olhaí..




Por muitooooo poucoooooo!!
Uhu!!!
Tchau Rubicão 

Agora a reflexão:
  1. Sempre andar com comida na bolsa, não só barrinha
  2. Cuidados com familiares, mesmo os verdadeiramente bem intencionados
  3. Tentar não fazer a faxina emocional dos outros
  4. A janta não-programada teve quase 900mg de sódio
  5. Tá explicada a retenção de xixi de hoje
  6. Fiz um terço da meta de proteína
  7. Consegui passar dos 3 dias!





janeiro 13, 2016

Third day

Bom dia banheiro!! Tudo bom? Hoje vamos passar o dia juntinhos...

Não, não tou de piriri. Só as comportas renais que se abriram. Em 48h, 800g a menos, de xixi é claro.
Lado bom: menos pinicação nas pernas + esperança de sucesso renovada.

Aos fatos:
Fui no RPG, finally, não sem antes fazer muito compressa gelada na cara pra evitar especulações por parte da fisioterapeuta. Claro que ela percebeu os olhos estufados (#exagerada) mas nada que uma rinite não explicasse.
Que saudade do tempo em que eu podia me descabelar e chorar horas a fio e só ficar vermelhinha. Ser jovem é tão bom... Agora é só chorar e já sei:



Continuando o RPG. Depois da anamnese e do exame físico, a constatação: compressão discal
#quesurpresa #sqnon #denovo

Iremos nos ver durante algumas semanas e no pilates volto pra estaca zero 1 ou 2



De tarde com a outra fisio no pilates, um torcicolo pra resolver e exercícios cafe com leite
Poxa, que chato isso. Que saudade de ir pra academia, de sentir a evolução. 
Sabe que quando eu pensava em academia imaginava uma coisa muuuuuito distante. Tão distante quanto, por exemplo, me ver numa calça 44. Mas foi mais rápido do que minha imaginação. Tá certo que eu não estava fazendo nem um décimo do que uma academia oferece mas já era uma conquista e tanto!!
Bom, pra voltar só quando estabilizar essa hérnia.
Aí, fora isso, muita água, me esforcei pra comer uma fruta, seguir a dieta (motivação nível médio a alto) e dormir mais cedo.
Ufa! Dois dias completos. Nas últimas semanas, as dietas morreram na praia no terceiro dia. Vamos ver hoje. Vou passar o Rubicão, com fé em Deus.
Até porque acordei melhor (bem melhor) que ontem. Pouca dor na ATM, rosto infinitamente menos inchado, 300g a menos na balança, não tão cansada.
Além disso, ontem meu namorado #fofinho sentou comigo e fez um plano de estudos pra mim. Hoje de manhã tinha pendrive, anotações, livros e um bilhete de incentivo em cima do meu notebook.

Como não amar??


Agora é respirar fundo e pegar nos livros. Já que o corpo ainda não pode, que seja a mente.


PS. Dois pedreiros compondo uma sinfonia de martelos no apartamento de cima. Justo hoje que comecei a estudar #wtf